top of page
  • Foto do escritorSamantha Henzel

Fisiologia do Xenomorfo

Atualizado: 8 de nov. de 2023

Alien, o Oitavo Passageiro é um filme de ficção científica e terror lançado em 1979, dirigido por Ridley Scott. O filme se passa no espaço sideral e segue a tripulação da nave espacial comercial Nostromo. Durante uma missão de retorno à Terra, a equipe é despertada de seu sono criogênico para investigar um sinal de socorro vindo de um planeta distante.

Ao explorar o planeta, eles encontram uma nave alienígena e uma série de ovos estranhos. Um dos membros da tripulação, Kane, é atacado por uma criatura que salta de um dos ovos e se afixa ao seu rosto. Posteriormente, uma forma de vida hostil conhecida como o Xenomorfo começa a aterrorizar a tripulação da Nostromo.

O filme segue a luta da tripulação para sobreviver e tentar destruir o Alien, que é uma criatura altamente letal e adaptável.

Alien, o Oitavo Passageiro é elogiado por sua atmosfera claustrofóbica, suspense tenso, efeitos especiais inovadores e a representação icônica do Xenomorfo. Ele se tornou um clássico do cinema de terror e lançou uma franquia que inclui várias sequências e spin-offs. O filme aborda temas como a exploração espacial, o desconhecido e a sobrevivência diante de uma ameaça jamais vista antes.

Certamente, a luta pela sobrevivência da tripulação da Nostromo em Alien, o Oitavo Passageiro é um elemento central da trama e contribui para a intensa atmosfera de suspense e horror do filme.

Após o ataque inicial do facehugger a Kane, a tripulação tenta desesperadamente ajudá-lo, mas rapidamente percebe que estão enfrentando uma ameaça desconhecida e mortal. Quando tentam remover a criatura que se afixou ao rosto de Kane, eles descobrem que é impossível sem causar danos a ele. Mais tarde, a criatura desaparece sozinha, apenas para que Kane sofra uma morte horrível quando o xenomorfo emerge do seu peito em uma das cenas mais icônicas do cinema.

A partir desse ponto, a tripulação luta para entender e conter a ameaça que agora está a bordo da nave. Eles estão em um ambiente claustrofóbico e tecnologicamente avançado, mas o Alien é uma criatura incrivelmente adaptável e perigosa. Ele se esconde nas sombras, é ágil e quase invulnerável. A tripulação está constantemente sob a ameaça de ser surpreendida e atacada.

Ripley, emerge como a líder relutante do grupo enquanto tenta manter todos unidos e seguros. Ela pressiona por medidas de isolamento e contenção, enquanto outros membros da tripulação, como Ash, o androide da nave, têm a missão paralela de levar o alienígena para Terra e transformá-lo em arma biológica por ordem da companhia Wyland Yutani, dona da Nostromo, sendo que detectar o alienígena sempre foi a real razão da missão da companhia.

A tripulação luta para encontrar maneiras de enfrentar o Alien, a tensão interna e o medo constante do desconhecido contribuem para o clima de desconfiança e paranoia, e as tentativas frequentemente deter o monstro falham, e os membros são mortos um a um. A natureza implacável e evasiva do Alien torna a batalha desesperada, e os personagens são confrontados com escolhas angustiantes em sua luta pela sobrevivência.

À medida que o filme avança, a luta pela sobrevivência se torna mais intensa, culminando em um confronto final entre Ripley e o Alien. A resiliência, engenhosidade e determinação de Ripley a tornam uma heroína inesquecível enquanto ela enfrenta o terror alienígena e luta para sobreviver contra todas as probabilidades.

Essa luta pela sobrevivência é um dos elementos que fazem de Alien, o Oitavo Passageiro um dos filmes mais impactantes e memoráveis do gênero de ficção científica e terror.

O xenomorfo, também conhecido como o "Alien", é uma criatura fictícia da franquia de filmes Alien, criada por H.R. Giger. A anatomia e fisiologia do xenomorfo são detalhadas principalmente nos filmes nos quais a criatura evolui e se adapta ao longo da série. Aqui estão algumas características gerais da anatomia e fisiologia do xenomorfo:

O xenomorfo possui uma aparência distinta, com um corpo alongado, esguio e bípede. Ele geralmente é coberto por uma pele biomecânica negra e brilhante, com detalhes biomecânicos característicos, como cristas e ranhuras.

A cabeça do xenomorfo apresenta uma mandíbula dupla retrátil, que pode ser usada para atacar suas presas. Sua crista craniana é outra característica notável, e seus olhos são frequentemente escuros e sem pupila visível.

O xenomorfo possui um exoesqueleto resistente a danos, o que o torna difícil de matar. Ele é altamente adaptável, sendo capaz de sobreviver em diversos ambientes.

Uma característica marcante do xenomorfo é seu sangue ácido extremamente corrosivo. Se ferido, o sangue do xenomorfo pode derreter metal e outros materiais, tornando-o ainda mais perigoso.

Em alguns estágios de sua evolução, o xenomorfo desenvolve uma mão secundária com dedos alongados e afiados, que é usada para capturar presas.

Quanto a fisiologia do xenomorfo, o alienígena se reproduz através de um ciclo complexo. Um hospedeiro humano ou outra espécie viva é infectado por um facehugger, uma criatura semelhante a uma aranha que planta um embrião xenomorfo dentro do hospedeiro. O embrião se desenvolve dentro do corpo do hospedeiro até eclodir como um chestburster, uma pequena forma de xenomorfo que rasga o peito da vítima para sair. O chestburster então cresce e se torna um xenomorfo adulto.

Xenomorfos são predadores altamente agressivos e inteligentes. Eles caçam suas presas de forma coordenada e estratégica, usando o ambiente a seu favor. Eles são conhecidos por emboscar suas vítimas e usar suas habilidades de camuflagem para se esconder nas sombras.

Os xenomorfos possuem sentidos aguçados, incluindo visão noturna e audição sensível, o que os torna caçadores eficazes.

Importante informar que as características do xenomorfo podem variar entre os filmes da franquia Alien, que é conhecida pela sua evolução e variações na aparência e no comportamento dos xenomorfos ao longo dos diferentes filmes.


Sobre a fisiologia, não se falou sobre a composição fisiológica do xenomorfo em específico, porém, há uma única informação sobre a fisiologia de um dos organismos presentes no filme, o facehugger, que foi a forma de vida responsável pela implantação via oral, do embrião do xenomorfo na cavidade torácica de Kane.

O facehugger é um organismo composto, principalmente, por polissacarídeos, macromoléculas de carboidratos formadas por uma cadeia longa de unidades de açúcares, chamadas monossacarídeos, ligadas por meio de ligações glicosídicas. Essas moléculas desempenham várias funções essenciais em organismos vivos e desempenham um papel fundamental na nutrição, armazenamento de energia e estrutura celular.

Alguns pontos importantes sobre os polissacarídeos é que são macromoléculas compostas por uma grande quantidade de unidades de monossacarídeos, que podem variar em tipo e tamanho. Os monossacarídeos mais comuns que formam polissacarídeos incluem glicose, frutose e galactose. Suas funções são armazenamento de energia, e são compostos por muitas moléculas de glicose ligadas e podem ser quebrados em glicose quando o organismo precisa de energia. O glicogênio, por exemplo, é um polissacarídeo usado por animais para armazenar glicose em seus músculos e fígado. É uma importante fonte de energia de curto prazo. E energia é uma das características marcantes de um xenomorfo.

Alguns polissacarídeos desempenham um papel fundamental na formação de estruturas rígidas em organismos, como o exoesqueleto do xenomorfo. Um exemplo é a celulose, que forma a parede celular das plantas, fornecendo suporte estrutural, da mesma forma pode-se dizer que ocorre com o xenomorfo, que possui um exoesqueleto quase impenetrável.


12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page